administração

O que é administração direta e indireta?

Você está iniciando uma graduação em administração ead ou faculdade de administração a distância e tem curiosidade sobre conceitos de administração? Então, veio ao lugar certo! Nesse texto, vamos te explicar tudo sobre administração direta e indireta, acompanhe!

A administração pode ser classificada em dois tipos: privada e pública. A primeira é responsável pela gestão de empresas privadas, com objetivo de proporcionar o correto andamento da organização, rentabilidade e benefícios para os proprietários, gestores e colaboradores.

Já a administração pública é relativa ao poder de administrar do Estado. Ela refere-se à gestão de empresas e instituições públicas e governamentais. A verba da administração pública é destinada ao Estado, e tem como objetivo diminuir a burocracia em relação aos direitos e ao bem comum da sociedade nas áreas de saúde, educação, segurança e cultura.

E, é dentro da administração pública que encontramos as divisões entre administração direta e administração indireta. A primeira (direta) é responsável pela prestação de serviços públicos diretamente ligados ao Estado e órgãos dos poderes das esferas federal, estadual e municipal.

A administração direta tem autonomia porque seus orçamentos são subordinados às esferas das quais fazem parte. A presidência da República, os ministérios do governo federal e as secretarias estaduais compõem esse tipo de administração.

Por outro lado, a administração indireta ocorre quando o Estado transmite a realização de determinadas funções para outras pessoas jurídicas que possuem autonomia administrativa e financeira, mas não política. A administração indireta é descentralizada e está ligada à criação de entidades administrativas que têm personalidade jurídica. Neste caso, podemos citar como exemplo de empresas que constituem esse conceito o Banco do Brasil, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Banco Central.

Dentro da administração indireta, as empresas podem ser classificadas em autarquias, fundações públicas, empresas públicas e sociedades de economia mista. Veja um breve resumo dos conceitos de cada uma delas:

  • Autarquia: são as entidades administrativas autônomas que tem leis específicas e imunidade tributária, patrimônio, renda e serviços ligados aos seus processos essenciais.
  • Fundação pública: é a personalidade jurídica de direito privado, que não possui fins lucrativos, criada em virtude de autorização legislativa, para o desenvolvimento de atividades que não precisam de execução por órgãos ou entidades de direito público, com autonomia administrativa, patrimônio próprio gerido pelos respectivos órgãos de direção, e funcionamento custeado por recursos da União e de outras fontes.
  • Empresa pública: são pessoas jurídicas que possuem capital público, que tem autorização para realizar atividades ou serviços públicos pertencentes à administração indireta;
  • Sociedade de economia mista: personalidade jurídica formada pela união do capital público e privado. O Estado possui a maior parte das ações, mas as empresas não são conceituadas como públicas, e sim como sociedade anônima.

Agora que você já sabe os principais conceitos de administração direta e indireta, já pode aplicar o que foi aprendido no seu dia a dia, nas aulas do seu curso superior. Ou se ainda não ingressou no ensino superior, é hora de começar a pesquisar mais sobre graduação em administração ead ou faculdade de administração a distância. Este curso pode ser uma boa opção para você iniciar sua caminhada no mercado trabalho.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *